Sobre Sobre

O SESST - Serviço de Saúde e Segurança do Trabalho da UFPE é parte integrante do NASS - Núcleo de Atenção à Saúde do Servidor. Este setor compõe o eixo de Vigilância e Promoção à Saúde do SIASS - Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor e, de acordo com a Norma Operacional de Saúde do Servidor, tem como objetivo:

- propor medidas de prevenção e de correção nos ambientes e processos de trabalhos;

- emitir laudos e/ou relatórios dos ambientes de trabalho a fim de auxiliar a perícia médica do NASS no estabelecimento de nexo dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho;

- especificar ações voltadas à prevenção de acidentes do trabalho, agravos à saúde e de doenças relacionadas ao trabalho.

 

    Estes objetivos são atingidos com a execução das seguintes atividades:

  • Levantamentos de Riscos Ambientais - LRA;
  • Elaboração dos Programas de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA; 
  • Relatos de Ocorrência de Acidentes do Trabalho, que podem ser utilizados pela Perícia Médica para o estabelecimento do nexo dos acidentes e doenças relacionadas ao trabalho; 
  • Levantamento estatístico de acidentes em serviço; 
  • Elaboração de laudos técnicos para licitações a fim de verificar os riscos das atividades a serem contratadas, bem como a pertinência do pagamento de adicionais como Insalubridade e Periculosidade.
  • Realização de ações de treinamento com temas relacionados com a Segurança e Saúde Ocupacional, como Segurança em Laboratórios; Atualização de Segurança do Trabalho para Administradores de Edifícios; Segurança contra Incêndios; Palestras sobre Biossegurança; entre outros.
  • Dimensionamento, manutenção e controle dos extintores de incêndio da Universidade.
  • Avaliação Ergonômica do Trabalho.
  • Visitas aos diversos ambientes de trabalho da UFPE a fim de identificar riscos ocupacionais e propor medidas de controle para os mesmos como, mudanças de layout, aquisição de EPI - Equipamento de Proteção Individual ou EPC - Equipamento de Proteção Coletiva, medidas administrativas, entre outras, impactando na melhoria dos ambientes e, consequentemente,  na preservação da saúde e da integridade física dos servidores.

    

    Além dessas atividades são emitidos laudos e/ou relatórios que visam apoiar a Perícia Médica Oficial em suas decisões quanto aos afastamentos gerados por doenças ocupacionais, ou seja, aquelas desencadeadas em decorrência dos riscos ocupacionais existentes nos ambientes de trabalho ou em determinada atividade laboral.