Material em Braille Material em Braille

  • INSTITUTO BENJAMIN CONSTANT

"Atualmente, o Instituto é referência nacional na educação e capacitação profissional de pessoas cegas, com baixa visão, surdocegas ou com outras deficiências associadas à deficiência visual. Como centro de referência nesta área, a instituição capacita profissionais e assessora instituições públicas e privadas no atendimento às necessidades desse público, além de reabilitar pessoas que perderam ou estão em processo de perda da visão.

Ao longo dos anos, o IBC tornou-se também um centro de pesquisas médicas no campo da oftalmologia, possuindo um dos programas de residência médica mais respeitados do País. Através desse programa, presta serviços de atendimento médico à população, realizando consultas, exames e cirurgias oftalmológicas.

O Instituto é comprometido também com a produção e difusão da pesquisa acadêmica no campo da educação especializada. Através da Imprensa Braille, edita e imprime livros e revistas para pessoas cegas e com baixa visão, além de contar com um farto acervo eletrônico de publicações científicas."

Fonte: http://www.ibc.gov.br/o-ibc

 

  • FUNDAÇÃO DORINA NOWIL

A Fundação Dorina Nowill para Cegos é uma organização sem fins lucrativos e de caráter filantrópico.

"Há mais de 70 anos, temos nos dedicado à inclusão social de pessoas cegas e com baixa visão. Uma das formas como fazemos isso é por meio da produção e distribuição gratuita de livros em braille, falados e digitais acessíveis, diretamente para o público e também para cerca de 3000 escolas, bibliotecas e organizações de todo o Brasil. 
Também oferecemos, gratuitamente, serviços especializados para pessoas com cegas e com baixa visão e suas famílias, nas áreas de educação especial, reabilitação, clínica de visão subnormal e empregabilidade.
Com muita dedicação à causa, ao longo das últimas sete décadas, produzimos mais de 6 mil títulos, imprimimos 2 milhões de volumes em braille e mais de mil títulos neste sistema! Também foram produzidas mais de 2,7 mil obras em áudio e cerca de outros 900 títulos digitais acessíveis. Nos serviços de clínica de visão subnormal, reabilitação e educação especial, já são mais de 38 mil pessoas atendidas.

Oferecemos, também, uma gama de serviços, como cursos, capacitações e consultorias. Por fim, mais recentemente, criamos a divisão Soluções em Acessibilidade (antiga DNA Editora), área da Fundação Dorina focada na produção e distribuição de livros e revistas acessíveis nos formatos braille, falado e Daisy, treinamentos, palestras, adequação de espaços e serviços de acessibilidade na web.

Mas é claro que não conseguiríamos todas essas realizações sozinhos. Contamos com o apoio de doações, voluntários, amigos e patrocinadores que acreditam na missão da Fundação Dorina Nowill para Cegos e ajudam a fazer do nosso trabalho uma referência de inclusão social das pessoas cegas e com baixa visão.

Fonte: http://fundacaodorina.org.br/a-fundacao/quem-somos/