Grupos e projetos de pesquisa Grupos e projetos de pesquisa

Grupo de Pesquisa Movimentos Sociais, Educação e Diversidade na América Latina

1 - Este Grupo se traduz num espaço de produção do conhecimento onde estão presentes a pesquisa, extensão e o ensino numa abordagem inter e transdisciplinar sobre a educação e as lutas sociais emancipatórias de grupos e movimentos sociais no âmbito da América Latina. As temáticas de investigação são: a) Ciência e Produção do Conhecimento; b) Educação e Movimentos Sociais Populares na América Latina; c) Educação em Direitos Humanos, Memória e Verdade na América Latina; e d) Educação, Gênero e Sexualidades na América Latina. Este Grupo edita a REVISTA DEBATES INSUBMISSOS, ISSN 2595-2803, em plataforma on-line, cujos editores são Allene Lage, Boaventura de Sousa Santos e Maria Paula Meneses.

2 - Líderes: Allene Carvalho Lage e Mário de Faria Carvalho.

 

Grupo de Pesquisas Transdisciplinares sobre Estética, Educação e Cultura (O Imaginário)

1 - Ementa do Grupo de Pesquisa e temas centrais estudados: O IMAGINÁRIO congrega pesquisadoras(es) que se interessam por estudos relacionados às intersecções entre Interculturalidades, Artes e Educação. A partir de três linhas de pesquisa, Imaginário, Educação e Cultura; Estética, Gênero e Subjetividade(s); Design, Cultura e Imagem, as pesquisas elaboradas têm sido direcionadas, principalmente, a pensar fenômenos contemporâneos a partir de Expressões Artísticas, da Cultura Popular, Estética, barroco, dos Estudos Pós-Estruturalistas, da Teoria do Imaginário e das questões de gênero. De caráter transdisciplinar, o Grupo utiliza em suas pesquisas o diálogo entre diferentes áreas do saber, teorias, métodos e abordagens que permitem a leitura dos fatos sociais a partir de um lócus interdisciplinar.

2 – Líderes: Mário de Faria Carvalho, Allene Carvalho Lage.

 

Processos de Subjetivação, Educação, Gênero e Sexualidade (SEGS)

1 – Ementa do Grupo de Pesquisa: O Grupo desenvolve atividades de extensão e pesquisas sobre os processos de subjetivação tanto na educação informal, via comunicação social, como na educação formal seja na educação básica e ou superior por meio das linhas de pesquisa: a) educação, gênero e sexualidade; b) Subjetividades , Interseccionalidades e Interculturalidades; e c) Comunicação e Mídia.

2 – Líder e vice-líder: Marcelo Henrique Gonçalves de Miranda, Ricardo Augusto de Sabóia Feitosa.

3 – Temas centrais estudados: Educação, Gênero, Sexualidade, Subjetividades, Interculturalidades e Interseccionalidades.

 

Laboratório de Antropologia

 

O Laboratório de Antropologia (Lan) tem atuado como suporte para diversas pesquisas na graduação, na pós-graduação e em atividades de extensão, especialmente no Agreste de PE, voltadas, principalmente, para a educação. O Laboratório vem realizando pesquisas sobre Educação Escolar Indígena e sobre a temática indígena nas escolas. Também tem realizado uma Cartografia dos Povos Ciganos do Agreste de PE e desenvolvido atividades junto às comunidades quilombolas. No âmbito do Laboratório, foi criada a Especialização na Temática das Culturas e Histórias dos Povos Indígenas (UFPE/Mec), voltada para professores/as indígenas (80%) e não indígenas (20%). Na mesma temática, entre 2013 e 1014, foi realizado curso de aperfeiçoamento, EaD, também com apoio do Mec, voltado a professores da rede pública de ensino. Atualmente, o Lan desenvolve a pesquisa Educação Patrimonial e Cartografia Arqueológica do Agreste Central de Pernambuco.

 

Líder e vice-líder: Sandro Guimarães de Salles, Janssen Felipe da Silva.

http://dgp.cnpq.br/dgp/faces/grupo/identificacao_grupo.jsf

 

Grupo de Pesquisa e Estudos sobre Infoinclusão Docente (GPEINFO):

1 - Ementa do Grupo de Pesquisa: O grupo pesquisa metodologias, didáticas e interfaces utilizadas nas novas linguagens sustentadas pelas tecnologias digitais de informação e comunicação (TDIC) bem como as dificuldades para sua inserção nas práticas de ensino e aprendizagem em escolas de rede pública do agreste pernambucano.

2 - Líder e vice-líder: Anna Rita Sartore, Manoel Guedes Alcoforado Neto.

3 - Temas centrais estudados: Pensamento Computacional, Robótica Educativa, Objetos Educacionais, Formação Continuada em Tecnologias Educativas e Design Instrucional de Professores da rede pública. 

 

Discursos e Práticas Educacionais

O Grupo de Pesquisa desenvolve estudos sobre teorias e políticas curriculares, saberes, formação e processos de profissionalização docente, educação infantil e Infância e subdivide-se em duas linhas de atuação singulares: 1- Formação, profissionalização docente e práticas curriculares; 2- Infância, alteridade e educação da infância. Nessas linhas deslocam-se as professoras Dras. Carla Patrícia Acioli Lins Guaraná (Líder do grupo), Conceição Gislâne Nóbrega Lima de Salles (Vice-líder) e Lucinalva Andrade Ataíde de Almeida, além de pesquisadores, docentes, estudantes, egressos, do programa de Pós-Graduação em Educação Contemporânea- PPGEduc e do Curso de Pedagogia da Universidade Federal de Pernambuco- UFPE/CAA. Os estudos são implicados no cotidiano e nas práticas dos agentes e dos espaços educativos e estão ancorados em Abordagens da Teoria Crítica e Pós Crítica, Filosofia das Diferenças, Sociologia das Práticas Sociais e das Profissões buscando as aproximações possíveis. Faz uso de Métodos como a Análise do Discurso, Etnografia e Cartografia.Na linha Formação, profissionalização docente e práticas curriculares, os trabalhos, orientados pelas professoras Dras. Carla Patrícia Acioli Lins Guaraná e Lucinalva Andrade Ataíde de Almeida, suscitam discussões sobre Práticas avaliativas, Formação de professores, Profissionalização e Profissionalidade Docente, Currículo, Políticas curriculares, Práticas curriculares e Prática docente, concentrando as discussões tanto na Educação básica, como Educação superior. Na linha Infância, alteridade e educação da infância, os trabalhos, orientados pela professora Dra. Conceição Gislâne Nóbrega Lima de Salles, tecem reflexões a respeito da Infância, da Educação, da Escola e dos elementos que a compõe. As pesquisas desenvolvidas concentram-se em sua maioria em pesquisas com crianças, nos níveis da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino fundamental I, assim como com professores que atuam nesses níveis de ensino. A ideia de Infância trazida nos estudos afigura-se como um convite a rompermos com esses limites etários e nos lançarmos ao encontro da Infância não só da criança, mas da Educação, da Docência, dos Currículos e da nossa própria Infância. O grupo sistematiza, discute e socializa o trabalho desenvolvido em encontros sistemáticos de seus integrantes, realização de seminários de pesquisa, seminários de campo para a devolução dos dados, atividades de extensão, participação em eventos da área, produção de TCC, dissertações e teses e publicação de textos na forma de artigos em periódicos e capítulos de livro.

 

Link:

 

Grupo de Pesquisa Ensino, Aprendizagem e Processos Educativos - GPENAPE

 

O GPENAPE pesquisa o ensino e a aprendizagem em diferentes áreas do conhecimento, com ênfase nas formações inicial e continuada de professores, na Educação do Campo e nas relações étnico-raciais e temáticas afins. Enfoca, também, a formação humana dos sujeitos educativos que estudam e que atuam em escolas do campo seriadas e multisseriadas, em escolas quilombolas e em outros espaços de formação.

Líderes: Iranete Maria da Silva Lima

              Maria Joselma do Nascimento Franco

http://dgp.cnpq.br/dgp/espelhogrupo/5484428080514768

 

Laboratório de Pesquisa em Políticas Públicas, Currículo e Docência (LAPPUC):

1 – Ementa do Grupo de Pesquisa: O grupo se propõe a pesquisa e investigação sobre políticas públicas educacionais que focam em direitos humanos, educação inclusiva, educação do campo, relações étnico-raciais, gênero, tecnologias, politica de avaliação e formação docente, preferencialmente, assim como estudos na área de currículo, políticas curriculares e docência tanto na educação básica, como educação superior, trazendo as discussões sobre avaliação, inovação, metodologias ativas, identidade profissional docente, profissionalidade, profissão, sexualidade.

2 – Líder e vice-líder: Kátia Silva Cunha, Eliana Celia Ismael da Costa.

3 – Temas centrais estudados: Formação de Professores, Docência no Ensino Superior e Educação Básica, Metodologias Ativas, Avaliação, políticas educacionais; Artes, Educação, Tecnologias e Inovação; Educação Inclusiva, Direitos humanos e Relações Etnico-Raciais; Gênero, Sexualidade e Práticas Educativas.

 

Tecnologias, culturas e linguagens (TECLIN)

1 – Ementa do Grupo de Pesquisa: Tem como escopo o estudo e a pesquisa de tecnologias, culturas e linguagens no âmbito das Artes, da Comunicação e da Cultura. Visa compreender o uso das tecnologias e linguagens na construção dos sentidos nas mais variadas manifestações artístico-culturais, bem como suas possíveis articulações com práticas educativas.

2 – Líderes: Fábio Marques de Souza, Aluizio Lendl Bezerra.
3 - Temas centrais estudados: Tecnologias, Culturas e Linguagens.

 

O círculo de Bakhtin em diálogo 

1 – Ementa do Grupo de Pesquisa: Bakhtin escolheu analisar os acontecimentos como sendo o processo que se dá na interação. A interação é fundamental. Nunca uma estrada só, sempre uma encruzilhada, possibilidades diversas. A alteridade é fundante... Os sentidos são as respostas às perguntas... Sem perguntas não há resposta. Daí a importância da divergência, do diferente. Neste ensejo, "O Círculo de Bakhtin em diálogo" surge como um desdobramento do diálogo do GEB - Grupo de Estudos Bakhtinianos constituído e cadastrado, no DGP do CNPq, em 2008, sob a liderança da Profa. Dra. Ester Myriam Rojas Osorio, da UNESP/Assis, e do Prof. Dr. Ivo Di Camargo Jr. Nosso objetivo é reunir pesquisadores para, de forma heterogênea, estudar, debater e expandir as ideias do círculo bakhtiniano em diálogo com outros pensadores: Morin, Freire, Vigotski, dentre outros, pensando questões contemporâneas na Linguística, na Educação, nas Artes, na Política e nas Relações Internacionais, dentre outros campos do saber. 

2 – Líderes: Fábio Marques de Souza, Ivo Di Camargo Júnior.

3 - Temas centrais estudados: as ideias do círculo bakhtiniano em diálogo com outros pensadores: Morin, Freire, Vigotski, dentre outros.